Thursday, 19 April 2012

iKids


Outro dia estava lendo um artigo super interessante no The New York Times sobre toddlers (pirralhos) e iPhones, deixa eu já esclarecer que não sou leitora periódica do NYTimes, alguém postou o artigo no Face e eu li por acaso.

A Alicinha acorda todo dia por volta das 7hs, e eu geralmente vou busca-la no berço e trago para minha cama um pouquinho. Assim que ela chega no meu quarto a primeira coisa que ela pede é o iPhone. O Chris usa o despertador do mobile pra acordar, e o device esta sempre na mesa de cabeceira dele. A gente acaba dando o telefone pra princesa, porque consequentemente ela nos dá em troca 20 minutos pra acordar com calma. Até então tudo bem, o problema é que agora ela pede o iPhone no carro, na hora de comer, na rua, ou em qualquer situação em que ela esteja entediada.

O artigo do jornal, diz que menores de 2 anos de idade não deveriam ter acesso a televisão e muito menos iPhones. Ha ha ha! Minha filha assiste tv desde que nasceu. E atire a primeira pedra que não faz o mesmo. Fácil na teoria, ne'? Lembro eu quando dizia que filho meu não iria assistir tv ou jogar videogame. Ãn-ran... tolinha!

Como tudo nessa vida, é uma questão de moderação e uma certa prudência. O problema é: quanto tempo é muito tempo? Ou em que situação é aceitável brincar com o mobile? Ou invés de um concelho moderado, somos bombardeadas com guidelines irreais e super rigorosas.

O próximo dilema vai ser com que idade eles ganham o primeiro mobile? E adivinha o modelo que a tchutchuquina de mamãe vai pedir?!!! 
Da uma olhadinha no article aqui.

1 comment:

  1. Outro dia a Nathália (que vai fazer 4 anos), pegou meu iphone, desbloqueou, colocou no youtube e, não sei como, já que ela não sabe escrever (nem ler até onde eu sabia), pôs o video do Ai se eu te pego do Michel Teló!
    Ela sabe mexer mais que eu!
    Suy

    ReplyDelete